Produção

Exportações de bacalhau da Noruega para Portugal crescem 9% em valor

exportações de bacalhau da Noruega para Portugal

As exportações de bacalhau da Noruega para Portugal atingiram em 2016 um total de 271,4 milhões de euros, um crescimento de 9% em valor face a 2016. De acordo com dados divulgados esta terça-feira (14 de março) pelo Conselho Norueguês de Pescas (Norge), em 2016 foram exportadas para Portugal cerca de 48 603 toneladas de bacalhau norueguês.

Os dados revelam ainda que o bacalhau salgado seco foi a categoria que mais cresceu em valor, passando de 153,4 milhões de euros em 2015 para 168,9 milhões de euros em 2016 (+10%) e somando 25 167 toneladas.

As exportações de bacalhau salgado verde, destinado à secagem nas fábricas portuguesas, alcançaram as 18 919 toneladas, aumentando ainda de 81,0 milhões de euros em 2015 para 88,6 milhões de euros (+9%) em 2016.

“As restantes categorias de bacalhau (fresco, congelado e filetes), que correspondem a 4 517 toneladas, registaram um ligeiro decréscimo de 1%, passando de 14,1 milhões de euros para 13,9 milhões de euros”, acrescenta a Norge.

Os números da Norge revelam ainda que em 2016, cada português consumiu em média 6,5 quilos de bacalhau, num total de 65 mil toneladas, sendo a Noruega o principal fornecedor do país.

Segundo o diretor da Norge em Portugal, Johnny Thomassen, o consumo de bacalhau norueguês em Portugal deverá manter-se estável ao longo de 2017. “É impossível pedir aos portugueses que comam mais bacalhau. Das 3,9 milhões de famílias portuguesas contabilizadas no ano passado, 3,6 milhões compraram bacalhau, pelo menos uma vez, em 2016”, refere.