Retalho

Mercado global de bens de consumo eletrónicos otimista para 2020

Mercado global de bens de consumo eletrónicos otimista para 2020

Depois de um 2019 estável, os especialistas da GfK preveem para o mercado global de bens de consumo técnicos, um crescimento em valor de 2,5% em 2020, com os consumidores a gastar cerca de 1.050 mil milhões de euros globalmente. As telecomunicações (+3%), os pequenos eletrodomésticos (+8%) e os grandes eletrodomésticos (+2%) impulsionarão o crescimento, salienta a consultora. Já as vendas do setor de TI, produtos de escritório e eletrónica de consumo permanecem estáveis e quase inalterados em relação ao ano passado.

Em 2020, a GfK estima que o setor das telecomunicações será responsável por mais de 43% do total dos gastos do consumidor no ano passado, gerando 454 mil milhões de euros. Em segundo lugar estará o setor dos grandes eletrodomésticos com vendas estimadas em 187 mil milhões de euros. Prevê-se que os setores de TI e produtos de escritório atraiam mais de 15% dos gastos do consumidor em todo o mundo, seguidos pela eletrónica de consumo. Este último gerará mais de 146 mil milhões de euros em vendas, representando 14% das mesmas.

A estrela em ascensão no mercado de tecnologia e bens duráveis, é o setor de pequenos eletrodomésticos, que vê a sua percentagem do orçamento do consumidor aumentar. Espera-se que aumente a sua percentagem em 2020 novamente, representando mais de 9% da carteira dos consumidores, com vendas de 97 mil milhões de euros. A batalha pela atenção do consumidor permanece no topo da agenda, e a questão para 2020 será encontrar a abordagem certa que possa ajudar a vencer essa batalha.

Procura por experiências enriquecedoras
Excelente desempenho e inovação são os principais ingredientes que aprimoram as experiências dos consumidores de produtos técnicos. Estes são frequentemente combinados com um toque premium e design elevado. Essas tendências são visíveis na crescente procura por TV OLED (+19% de aumento em valor), gaming notebooks (+15% de aumento em valor) e aspiradores sem fios (+23% de aumento em valor). Os smartphones com tela de, pelo menos, 6 polegadas representaram 73% das vendas geradas nos primeiros nove meses de 2019 e as câmaras traseiras com mais de 20MP representaram 26% do valor.

Os consumidores também estão dispostos a gastar mais em produtos que facilitam a sua vida, com 46% dos participantes globais a concordar com esta premissa (GfK Consumer Life 2019). Isto reflete-se no crescimento robusto do aspirador robô (+18% de aumento em valor) como uma solução que economiza tempo e esforço, bem como nas máquinas de lavar (+29% em termos de valor), que combinam os benefícios de lavar e secar num só produto.

Os smartwatches são outro exemplo de uma categoria em forte crescimento (+48% em termos de valor), que combina funcionalidade e simplicidade para oferecer as melhores experiências.

O desejo de experiências enriquecedoras deve continuar em 2020, uma vez que os consumidores estão mais informados, mais digitais e mais preocupados. Ao mesmo tempo, sentem-se habilitados para decidir por produtos mais atraentes e estão prontos para gastar, quando acreditam que estes produtos atendem às suas necessidades, oferecem benefícios e, finalmente, proporcionam a experiência que esperavam.