Produção

Casa do Arroz junta-se ao ‘Portugal Sou Eu’ para promover arroz Carolino

arroz - Distribuição Hoje

A Associação Interprofissional do Arroz (Casa do Arroz) e o ‘Portugal Sou Eu’ assinaram um protocolo de colaboração para promover o arroz Carolino, variedade produzida exclusivamente em Portugal.

Numa nota enviada às redações, o ‘Portugal Sou Eu’ refere que o objetivo da parceria passa por um alargamento da divulgação do programa e pelo aumento do número de produtos com o selo do programa, uma forma de “reforçar a competitividade da fileira do arroz nacional, aumentando a sua visibilidade como produto de qualidade, dentro e fora de portas.”

A Casa do Arroz representa, do lado da indústria, a ANIA – Associação Nacional dos Industriais do Arroz, a única associação da qual fazem parte cinco indústrias (Cecílio, Ernesto Morgado, Novarroz, Orivárzea e a Valente Marques), algumas destas já aderentes ao ‘Portugal Sou Eu’.

Do lado da produção estão representadas na Casa do Arroz duas associações que representam 75% da produção nacional: a AOP, que agrupa 530 agricultores em 20 000 hectares, e a APOR, que agrupa 270 agricultores em 1400 hectares.

Em Portugal, a fileira do arroz emprega 2 mil agricultores e 500 operários fabris distribuídos por 12 PME, num total de cerca de 10 mil pessoas envolvidas, direta e indiretamente. Para além disso, o país é o quarto maior produtor europeu de arroz, com uma área de produção de 30 mil hectares, gerando cerca de 180 mil toneladas de arroz em casca que depois de transformado nas fábricas portuguesas rende cerca de 130 mil toneladas de arroz branco pronto a consumir.